Você esta aqui: Home > Controle de Pragas >
Agende uma visita
Ambiente - Agenda visita
(rua, número, bairro)
Cupins
Formigas
Ratos
Baratas
Pulgas
Carrapatos
Traças
Doenças / Prejuízos:
Os carrapatos hoje constituem o segundo maior grupo em importância como vetores de doenças infecciosas por utilizarem mais de um hospedeiro e possuírem ampla distribuição geográfica. No caso dos gêneros Amblyomma e Ixodes as larvas podem ser encontradas sobre qualquer animal. O maior potencial e risco para a transmissão de patógenos para seres humanos são em regiões de florestas, cerrados nativos, descampados e pastagens. Os carrapatos podem transmitir doenças como borrelias e a febre maculosa.

Carrapatos

Aparência:

Os carrapatos representam cerca de 870 espécies dentro da Ordem Acari que é a mais abundante dentre os Arachnida. São conhecidas aproximadamente 825 espécies de carrapatos. Destas, 90% parasitam animais silvestres, o restante pode parasitar humano e animais domésticos São ectoparasitos importantes para a saúde pública e animal, porque podem causar injúrias diretas e indiretas a seus hospedeiros, além da transmissão de agentes patogênicos.

Hábitos:

Os carrapatos habitam ambientes restritos durante sua vida. Seu habitat, a saber, pocilgas, galinheiros, pombais ou cabanas rústicas, estão intimamente associados ao do homem e dos animais domésticos. Ocorrem também em locais remotos, longe das habitações humanas, tais como solo solto, cascas de árvores, tocas de animais, cavernas e ninhos de aves silvestres e marinhas. Aqueles que habitam ninhos vivem em micro-habitats relativamente estáveis, alimentando-se e reproduzindo-se continuamente durante o ano.

Alimentação:

Todas as espécies necessitam obrigatoriamente do sangue de vertebrados e possuem significativo grau de especificidade podendo utilizar hospedeiros alternativos, incluindo o homem.

Como se reproduzem:

A fêmea após fecundada e ingurgitada desprende-se do hospedeiro, cai no solo para realizar a postura única, entre 5.000 e 8.000 ovos, antes de morrer. Após o período de incubação (30 dias à temperatura de 25º C) ocorre a eclosão dos ovos e o nascimento da larva hexápode. A ninfa escala gramas e arbustos à espera de hospedeiros. Após sugar sangue do hospedeiro por 3 a 6 dias, desprende-se deste e no solo ocorre a primeira ecdise (18 a 26 dias), transformando-se em ninfa octópode. Esta ninfa fixa-se em um novo hospedeiro e, em 6 dias, ingurgita-se de sangue, no solo sofre nova ecdise (23 a 25 dias) transformando-se no carrapato adulto.

Casos de Sucesso
Casos
breve os casos serão descritos
Ambiente Dedetizadora em BH | Controle de Insetos e Roedores | (31) 3344-6600
Rua Halley, 155, Santa Lúcia . Belo Horizonte . MG . CEP 30360-330
Assine a nossa newsletter: